AGM - Associação Goiana de Municípios
Mapa do site
Telefones Úteis
Acessibilidade
Alto contraste
Tamanho da Fonte:
A+
A
A-
Mapa do site Teclas de atalho
Alto contraste
Tamanho da Fonte:
A+
A
A-
Nenhum resultado.
Campanha de vacinação contra influenza em Goiás começa nessa 6ª feira (13) 11 abr 2018 em AGM

Campanha de vacinação contra influenza em Goiás começa nessa 6ª feira (13)

A campanha de vacinação contra a gripe Influenza em Goiás começa nessa sexta-feira (13) em todo o Estado de Goiás e será antecipada da campanha nacional. A noticia foi confirmada pelo Secretário de Estado da Saúde de Goiás, Leonardo Vilela. As salas de vacina do Sistema Único de Saúde dos 246 municípios goianos estarão preparadas para receber o público a ser vacinado que será, nesse primeiro momento ( do dia 13.04 a 20.05), apenas, idosos com mais de 60 anos, trabalhadores da Saúde e pessoas que possuem comorbidades (doenças crônicas), sendo necessário apresentar relatório médico.

 

A vacina a ser distribuída para o grupos específicos é a  vacina influenza trivalente 2018 que protege contra os vírus Influenza A H1N1, H2N3 e Influenza B, que são os de maior circulação em Goiás. (Veja quadros abaixo).

 

De acordo com o secretário haverá cronograma específico para a população prioritária que será vacinada no segundo momento. “Não há motivo para corrida às salas de vacina. A logística de distribuição já foi previamente acordada e organizada pelo comitê de enfrentamento à Influenza”, disse Leonardo.

 

Segundo boletim epidemiológico divulgado pela SES-GO desde o início do ano até o dia 10.04 foram registrados 63 casos de influenza por H1N1 com 8 óbitos.

 

“Temos em nossa série histórica que, desde 2016, a letalidade do vírus tem caído e que a população não deve se alarmar. A orientação  para quem não faz parte dos grupos prioritários é adotar as medidas de prevenção como lavar sempre as mãos com água e sabão ao voltar da rua ou sempre que tiver contato com muitas pessoas, evitar aglomerações, usar lenços de papel ao tossir e espirrar e, diante de qualquer sinal de alarme como febre alta, falta de ar e dor no corpo procurar, imediatamente, auxílio médico”, completou.

 

Até o momento foram computados em 2016, 25 óbitos por Influenza A H1N1; em 2017 nenhum óbito e, em  2018, 8 óbitos. Esses dados foram registrados na mesma semana epidemiológica dos anos anteriores, ou seja, início do ano a 10 de abril.

 

Desde o início dos casos registrados na Vila São Bento Cotollengo, a Secretaria de Estado da Saúde vem solicitando ao Ministério da Saúde a antecipação da vacina, e com o apoio, ainda, do ministro das Cidades, Alexandre Baldi, a demanda foi consolidada.

 

Sintomas

 

Os sintomas da Gripe H1N1, no início, são muito semelhantes àqueles uma gripe comum, porém, mais acentuados. O paciente pode apresentar também sensação de garganta seca, rouquidão, pele quente e úmida e olhos lacrimejantes.

 

“Quanto mais rápido se procurar o tratamento desde o início dos sintomas, maiores as chances de evolução e melhora do paciente”, salientou Leonardo.

 

Nas crianças, a febre pode se apresentar com temperaturas mais altas, acompanhadas muitas vezes de quadros de bronquite e de sintomas gastrointestinais. Já nos idosos, as temperaturas febris não costumam ser muito altas.

 

Clique aqui  e veja os grupos prioritários:

http://www.saude.go.gov.br/wp-content/uploads/2018/04/slide-3.jpg

 

 

Assessoria de Comunicação da AGM

Fonte: SES-GO