AGM repudia atentado contra a Prefeitura de Campinorte

Terça-Feira, 16 de Julho de 2019 às 12:50 - Notícia

Na noite passada um incêndio na garagem municipal da Prefeitura de Campinorte, no Norte de Goiás, provocou a destruição de cinco máquinas de propriedade do município. Dentre elas um ônibus que fazia o transporte de alunos universitários, uma retroescavadeira, uma pá mecânica, um caminhão e uma camionete. Os prejuízos, numa avaliação inicial, ultrapassam os R$ 600 mil. Os bombeiros foram acionados e atuaram no combate ao incêndio, evitando que o mesmo atingisse a outras máquinas.

 

Na manhã dessa quinta-feira (18) a Polícia Técnica executou trabalhos de perícia no local. A Polícia Civil também já instaurou um inquérito para investigar o caso. Para preservar as investigações foram divulgadas poucas informações. Uma delas é a de que já se sabe que o incêndio foi criminoso de acordo com as pistas obtidas através de objetos e materiais encontrados no local bem como a forma como o incêndio ocorreu com focos isolados. As investigações centralizam-se agora na busca da identificação do autor ou dos autores do crime

 

A Associação Goiana de Municípios (AGM) divulgou uma Nota Oficial de Repúdio ao ato e em apoio a Prefeitura de Campinorte na qual manifesta que “ tais fatos afrontam o Estado de Direito e penalizam ainda mais a população que necessita desses serviços. Exortamos que as autoridades competentes apurem os fatos com celeridade, penalizando com rigor os autores desse crime bárbaro que já ocorreu, também, em outras cidades goianas”.

 

O presidente da AGM, Paulo Sérgio de Rezende (Paulinho) enviou um oficio ao Secretário da Segurança Pública Rodney Miranda relatando a preocupação da entidade com a ocorrência desses fatos e, ao mesmo, tempo solicitando “o máximo empenho na elucidação do crime o mais rápido possível”.

 

Assessoria de Comunicação da AGM